sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Benjamin Fulford: PARIS: OPERAÇÃO-PSÍQUICA FAZ PARTE DO MOVIMENTO EM CURSO NO SENTIDO DE UM GOVERNO MUNDIAL




Paris: Operação-Psíquica faz parte
do movimento em curso
no sentido de Governo Mundial
Benjamin Fulford
17 de novembro de 2015

gigante operação de Guerra Psicológica, onde os “terroristas do ISIS” alegadamente mataram mais de uma centena de pessoas em Paris, na Sexta-Feira 13, Novembro de 2015, era apenas parte do tradicional comércio de cavalos em curso no sentido de um governo mundial.

Para entender isso, vamos olhar para alguns eventos importantes que cercaram os acontecimentos em Paris.

Primeiro de tudo, o fato de que milhares de testemunhas, todas carregando celulares com câmaras de vídeo, não foram capazes de gravar os eventos daquele dia, o que só prova que era apenas um evento de propaganda maciça, a NSA e outras fontes concordam. Além disso, todas os 8 pontos com câmeras de segurança nas áreas onde os supostos massacres tiveram lugar, tinha sido desligadas, o que implica uma cooperação de alto nível da polícia de segurança da França, dizem fontes da CIA.

Em seguida, vamos olhar para qual foi o resultado deste evento. A França aplicou a lei marcial e fechou suas fronteiras. Esta é a clássica estratégia de Gladio, onde um incidente de terror produzido é usado para implementar um governo militar.

Além disso, os franceses têm forçado, através de seu procurador Christine Lagarde, chefe do FMI, para substituir o dólar norte-americano com SDR do FMI. Isso está para ser decidido em uma reunião em 30 de novembro.

O dia 30 de novembro é também o dia em que cerca de 120 líderes mundiais, incluindo os da Rússia, EUA e China, estarão se reunindo em Paris para "discutir o aquecimento global." Qualquer um que verificar efetivamente os fatos saberá que, o "aquecimento global" não tem nada a ver com a verdade científica, e tudo a ver com a formação de um governo mundial. A ideia é financiar esse governo mundial com um "imposto global sobre o carbono." O próprio mundo não está se aquecendo, e mesmo que estivess, seria devido aos ciclos solares e não ao CO2.

No entanto, os eventos em Paris e os não declarados, mas ainda mais dramáticos eventos no Oriente Médio são, no entanto, parte de alguma luta interna muito grave entre as várias facções que lutam para dominar o governo mundial, que ora está sendo negociado.

Também há evidências conflitantes sobre quem exatamente encenou os eventos em Paris, e outras similares operações-psíquicas que estão aparecendo com maior regularidade.

Os Russos, ainda furiosos com a derrubada de seu avião no Dia das Bruxas (31 de outubro), dizem que foram as mesmas pessoas que estão por trás dos eventos em Paris. O presidente Russo, Vladimir Putin, está dizendo que ele "não vai lidar com o cachorro que o mordeu, é o proprietário do cão que vai ser responsabilizado."

De acordo com os Russos, o proprietário deste “cachorro” em particular, é o Vanguard Corporation e sua subsidiária Raytheon. Os proprietários desta companhia corporativa estão sendo sistematicamente perseguidos pelos Russos.

Assim como esta, existe agora uma operação Chinesa, Russa, Iraniana e o Pentágono em curso no Médio Oriente, que está destruindo a base de poder da Máfia Khazariana e seu regime escravo de Israel. As enormes derrotas que estão sendo enfrentadas pelos Khazarianos e sua subsidiária ISIS no Oriente Médio, são de importância histórica.

Os Russos dizem "'Putin bombardeou várias empresas produtoras de petróleo do ISIS e uma enorme fila de caminhões pipa com petróleo que foi comprado pelos parceiros de negócios do ISIS, bem como as refinarias do ISIS foram bombardeadas pelo 'Maniaco Putin'." Em outras palavras, eles começaram a atacar os proprietários de ISIS em suas carteiras, onde realmente dói. Eles dizem que isto é apenas um começo.

Fontes do Pentágono e CIA concordam com os Russos que a Máfia Khazariana e seu procurador em Israel estão sofrendo ataques sem precedentes. Dentro da Síria, as forças do governo recapturaram Aleppo, a segunda maior cidade do país. Além disso, o ISIS perdeu a cidade de Ramadi e da cidade de Sinjar, no Iraque.

Além disso, os Russos estão realizando ataques aéreos contra as forças de Khazarianas por procuração no Líbano, enquanto os norte-americanos estão atacando-os na Líbia. Isto está tendo o efeito de cortar todos os rendimentos de seu petróleo e das drogas.

Adicionalmente, Israel está sob cerco econômico. Os fabricantes de armas israelenses perderam 50% de suas vendas desde 2012, devido a um embargo de armas.

Israel continua também sob um bloqueio militar Chinês, Russo e do Pentágono, que não será levantado até que se retirem de todos os territórios ocupados ilegalmente. Mesmo o lobby Israelense para manter as Colinas de Golã foi rejeitado.

Tanto o Pentágono como os Russos acreditam que a Máfia Khazariana e seus procuradores do ISIS encenaram os ataques em Paris como vingança contra esses contratempos. Fontes do Pentágono dizem que os ataques foram uma tentativa fracassada de chamar a OTAN para lutar em nome de Israel na Síria. Em vez disso, as nações reunidas do G20 na Turquia concordaram que Israel e os seus políticos subornados nos Estados Unidos são a principal causa mundial de terrorismo.

Os Russos estão, por sua vez, também dizendo que a França foi alvo, porque os Franceses e os Alemães estavam tentando parar a distribuição da Máfia Khazarianos de dólares forjadas "super-k" na Ucrânia.

A crise de refugiados também é vista pelos Russos como uma punição contra os europeus. Os Russos dizem que eles traçaram de forma forense todas as contas do Twitter para encorajar os refugiados a ir para a Europa, e para a cidade de San Francisco, nos Estados Unidos.

Pode haver uma agenda de trabalho mais profunda. Por um lado a crise dos refugiados tem forçado a maioria dos países da UE a voltar a impor controles nas suas fronteiras. Ao mesmo tempo, um governo socialista emergente em Portugal está pedindo uma redução dos pagamentos da dívida, provavelmente reacendendo a caótica crise da dívida da Grécia, que ainda está longe de sua pulverização. Se eles chegarem um corte nos pagamentos da dívida, em seguida, Espanha, Itália e Grécia vão pedir o mesmo e, assim, ameaçar o Euro.

Lembre-se que o edifício do Parlamento Europeu foi concebido há muitos anos para assemelhar-se a Torre de Babel. A Torre de Babel desabada fará maravilhas, se o governo do Euro também foi projetado, desde o início, para o colapso.

Em seguida lembro da capa de Janeiro da revista Economist, de propriedade de Rothschild, com duas setas com os números 115 e 113, números perto do 15/11/13, a data dos atentados de Paris. Ao lado das setas na imagem está Alice no País das Maravilhas, com Alice olhando para um retrato de Da Vinci que está no Museu do Louvre, em Paris.

Fonte: Benjamin Fulford

Tradução: Adriano Pereira




Postar um comentário