terça-feira, 10 de novembro de 2015

Metatron: LIBERANDO O VELHO, PARA O NOVO FLORESCER


Os influxos de energia que jorram sobre a humanidade, entram profundamente no corpo e alma do ser humano, purificando suas células, modificando seu DNA, e promovendo uma profunda limpeza nos mais escuros cantos de seu ser, promovendo sentimentos muitas vezes estranhos e reações fortes em seu humor, o que significa que os sentimentos antigos de desamor e solidão estão sendo removidos, e eles veem à tona em explosões de sentimentos, quando você se confronta com essas velhas situações.

Isto deixa muitos de vocês confusos, pois lutam para manter-se na Luz e na Paz, e estas explosões de humor parecem gestos estremados, sem sentido, deixando-os confusos e tristes ao mesmo tempo.

Mas isto queridos, são as grossas e encardidas camadas de milênios de sofrimento e desamor, que vem à superfície, para serem purificadas e recicladas.

Reparem que essas explosões não fazem mais parte de quem vocês são hoje, mas elas precisam ir, precisam ser removidas, e isto faz parte do processo da Ascensão.

Para se elevarem vocês precisam ter seu corpo e alma limpos das velhas sujeiras e encardidos do passado.

Celebrem estes momentos, pois significam que finalmente vocês estão liberando-se do velho Eu, e ficando mais leves, para viver o novo, limpo e leve, Você.

Sua intuição fica mais aguçada a cada dia, mesmo que não perceba, mas você passa a ter um maior entendimento de si mesmo, das suas reações, e do que elas significam.

Claro que não é assim com todos, mas é assim com todos aqueles que lutam para se elevar e estão em processo irreversível rumo ao despertar.

Saúdem essas energias maravilhosas que o Criador descarrega sobre vocês, elas são únicas, assim como vocês, e dessa união de Amor, só pode sair mais Amor.

Confiem, e sigam confiantes que a Luz está guiando o seu caminho.

Eu Sou Metatron, e vos saúdo na Luz e no Amor.

Metatron
Canalizado por Adriano Pereira
09/11/2015

Fonte: Mestres Ascensionados
http://mestresascensionados.blogspot.com.br/



Postar um comentário