sábado, 28 de novembro de 2015

Osho: MEDITAÇÃO É UMA MANEIRA DE ENCARAR A CRISE REAL DA VIDA


Meditação é uma maneira de encarar a crise real da vida, de encarar o próprio crescimento e as dores crescentes.

A filosofia distrai, a teologia engana, a política somente o mantém ocupado com coisas estúpidas, a arte somente decora a cela e a ciência ainda não é corajosa o bastante para 
atacar o problema real, assim ela fica trabalhando sobre coisas, sobre o exterior.

Religião é esta 
coragem de penetrar na realidade paradoxal de ambos, nascimento e morte, matéria e mente, isto e aquilo. 

Muito poucas pessoas foram religiosas — um Buda, um Krishna, um Zaratustra.

E 
toda pessoa pode ter essa satisfação de ser religiosa, toda pessoa pode viver Deus. Mas então você terá de renunciar a muitas coisas, suas filosofias, suas religiões, suas estúpidas ocupações... 

E não estou dizendo que você deva renunciar ao mundo — sua esposa, seus filhos, seu trabalho — não. Este não é o problema. 
O problema real está em suas crenças; você terá de renunciar a suas crenças.

Mas o que acontece no mundo? Alguém se farta do mundo, renuncia aos filhos e à família e escapa para uma caverna dos Himaiaias ou para algum mosteiro católico. Ele renuncia a tudo, exceto a suas crenças. Ele carrega essas crenças para o mosteiro, e elas 
são as coisas reais às quais ele deve renunciar.

Ensino meus sannyasins a 
renunciarem às crenças, aos conceitos, aos preconceitos. 

O mundo é perfeitamente belo, pois ele é o 
Deus visível. 

Renuncie apenas 
às atitudes que lhe foram ensinadas, às quais você foi condicionado.

Osho, em "A Sabedoria das Areias –
Discursos Sobre o Sufismo"
Imagem por Imrishale

Fonte: Palavras de Osho
http://palavrasdeosho.blogspot.com.br/


Postar um comentário