sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Paracelso: OS 10 PRECEITOS DE PARACELSO


OS 10 PRECEITOS DE PARACELSO

Paracelso (1491 -1543) 
Foi um famoso médico, alquímico, astrólogo, físico, e místico suíço. É considerado um dos maiores alquímicos, e o precursor da bioquímica. Deixou algumas obras. Em uma delas podem ser encontrados esses 10 preceitos.

É considerado um dos maiores alquímicos, e o precursor da bioquímica. Deixou algumas obras. Em uma delas podem ser encontrados esses 10 preceitos.

1.- Cuida bem da saúde.

2 – Afasta do espírito, por mais que te pressione, toda ideia de pessimismo, rancor, ódio, tédio, tristeza, vingança e pobreza, Mantém-te sempre que puder longe das pessoas maldosas, viciadas, lamentadoras, indolentes, vaidosas e de entendimento vulgar.

3 – Faça todo o bem possível. Auxilia quem precisa, mas nunca se envolva nos problemas alheios, guarda-te do sentimentalismo.

4 – Perdoa toda ofensa, e ainda mais: esforça-te para pensar bem do maior inimigo. Tua alma é um templo que não deve jamais ser profanado pelo ódio.

5 – Deixa-te guiar pela suave voz interior, não fales sem pensar.

6 - Destrói as capas superpostas de velho hábitos, pensamentos e erros que pesam sobre teu espírito, porque és divino e perfeito em si, mas impotente pelo veículo imperfeito que ofereces hoje ao espírito para se manifestar. 

7 – Reconhece todos os dias que nada pode ter perturbar, sequer por meia hora. Senta o mais comodamente possível com o olhos meio virados e não penses em nada. Isto tonifica energicamente o cérebro e o espírito, e serás posto em contato com as boas influências. Neste estado de recolhimento e silêncio, podem ocorrer ideias luminosas, capazes de mudar tua existência. Com o tempo todos os problemas que se apresentam serão resolvidos vitoriosamente por uma voz interior que te guiará em tais instantes de silêncio, a sós com tua consciência. Este é o daimon de que fala Sócrates.

8 – Deves guardar silêncio absoluto de todos teus assuntos pessoais. Abstém-te como se houvesses feito juramento solene, de referir aos demais, mesmo ao teus mais íntimos, tudo quanto pensas, ouças, saibas, aprendas, suspeite ou descubra. Por muito tempo deves ser como uma casa cercada ou jardim proibido. Isto é regra de suma importância.

9 – Jamais teme os homens, nem te inspire preocupação o dia de amanhã. Mantém tua alma forte e limpa, e tudo lhe saíra bem. Jamais acredite estar só nem fraco, porque há detrás de si exércitos poderosos, que não concebes nem em sonho. Se elevas teu espírito não haverá mal que te pode tocar. O único inimigo que deves temer é a ti próprio. O medo e a desconfiança do futuro são mães funestas de todos os fracassos, atraem as más influências e com elas vem o desastre. Se observares atentamente as pessoas de boa sorte verás que intuitivamente observam grande parte das regras que antecedem. Muitas dessas pessoas que se nota grande riqueza, certo é que não são de todo boas pessoas, no sentido de retidão, mas possuem muitas virtudes que acima estão mencionadas. Por outro lado, a riqueza não é sinônimo de sorte; pode ser um dos fatores que a ela conduz, pelo poder que nos dá para exercer grandes e nobres obras; mas a sorte mais duradoura só se consegue por outros caminhos; ali onde nunca impera o antigo Satã da lenda, cujo verdadeiro nome é o egoísmo.


10 – Jamais te queixes de nada, domina teus sentidos; foge da vaidade. A humildade te dará forças e a vaidade é tão nociva, que é como se disséssemos: pecado mortal contra o Espírito Santo.


fonte: Portal do Planeta
http://www.portaldoplaneta.com.br/


Postar um comentário