quinta-feira, 27 de abril de 2017

Maria Padilha: O PODER DO ERRO E O PODER DO ACERTO


O Poder do Erro e o Poder do Acerto
Maria Padilha
Canalizado por Maria Silvia P Orlovas
05/04/2017

Muitos caminhos escolhidos por você podem não se mostrar como o melhor caminho, mas como sabê-lo sem percorrer.

Como saber do erro sem correr o risco.
As pessoas limitam o seu próprio destino.
As pessoas permitem que o medo seja o seu diretor.
As pessoas deixam de agir, deixam de ousar porque se sentem intimidadas com aquilo que ainda não foi.

Porque dão poder a aquilo que desconhecem.
O grande acerto, a grande luz da vida de alguém é correr riscos.
Deus rege as incertezas.
Nenhum ser que encarna neste planeta tem acessos a certezas.
Nem mesmo a fé, o mais forte instrumento da vida espiritual pode aliviar o coração daquele que sente medo.
Porque um coração ocupado pelo medo, é um coração que não dá espaço a fé.
E como muitas vezes as pessoas não caminham apenas movidas pelos acertos e caminham movidas pelo erro.
Deus esta força desconhecida para muitos, coloca para você viver também os seus erros.

O erro é o grande impulso de transformação.
O erro é o grande impulso para a manifestação da luz. A luz só se manifesta para aquele que ousou caminhar e ousou errar.

Não se escondam dos seus medos. Se permitam cair e levantar. Se permitam testar a sua fé.Porque uma fé sem testes meus amados, não é fé, uma fé que não vence os testes nunca foi fe.
O homem realmente forte na sua fé, é quem caiu e se levantou muitas vezes.
E que encontrou essa força dentro de si mesmo, uma força capaz de fazê los subir a montanha. Uma força capaz de fazê-lo descer a montanha caso seja necessário.
As pessoas só querem o momento da realização e da fama e passam a maior parte de suas vidas, sofrendo, se decepcionando e temendo o futuro.

O que significa que os pequenos momentos no alto da montanha não têm valor algum, porque no momento seguinte esse ser desenganado de si mesmo cairá mais uma vez.

Assim sao vocês com medo, desejam subir a montanha, mas com medo ficam onde estão, caminhando em círculos, se distraindo com as poças de lama, se irritando com as pessoas que estão a sua volta e deixando de fazer o percurso mais importante.

Subam a montanha, não tenham medo de fazer os movimentos necessários ao seu crescimento e a sua realização.
O que será do acerto, se você não viver os seus erros?
O que será do sucesso, se você não encarar o seu fracasso ?
O que será do amanhã se você hoje não viver a sua vida da forma que acredita que deve viver .

Vocês erram, isso é um fato.

Todas as pessoas erram, todas as pessoas fazem apostas erradas.
Todas as pessoas perdem
 Mas é somente através desse movimento de perder e ganhar, é que você tem a oportunidade de subir a montanha e encontrar seu lugar; que não será para sempre porque a vida trará para você sempre novos desafios, aprendizados, entendimentos, relacionamentos e pessoas.
O conforto que tantos buscam é deus, o conforto que tantos buscam é a paz diária no coração

É o momento de silêncio interior, é o momento de meditação.

Nesse momento você tem o seu conforto, você tem a sua paz, no restante do tempo seja o aventureiro, seja aquele que encara os seus próprios medos e não negue o medo, tampouco negue o erro.
Porque medos e erros, todos tem, mas só aqueles que admitem a força da sua sombra, que podem vivenciar a sua luz.

Eu sou Maria Padilha e trabalho pela evolução, uma evolução que vai além da tristeza e da dor, que vai além dos momentos de alegria uma evolução que está ao alcance de cada um,desde de que você dê os seus passos.

Só é capaz de alcançar a luz, aquele que atravessou a própria sombra, só é capaz de espiritualmente perdoar aquele que vê a si mesmo como causador de toda a sua tristeza, embaraço e amargura.

Beba do seu veneno em pequenas doses e será curado.

Tenham luz e sigam em paz.

Recebi o direito de estar aqui e por isso referencio ao grande mestre e referencio a força desta casa e do grande Eu Sou o que Eu Sou.
Ao amor sem fronteiras, a religião sem castas e sem máscaras, a humanidade que se decore maior do que os limites criados por ela mesma.
Sigam em paz.













Data: 05/04/2017
Canal: Maria Silvia P. Orlovas



Postar um comentário