sábado, 6 de maio de 2017

Ann Albers: LIBERTE-SE DO MEDO.


Liberte-se do Medo.
por Ann Albers
06/05/2017

Anos atrás eu estava deitada na piscina do meu condomínio, quando um homem começou a falar comigo. Eu podia sentir meu estômago apertar. Ele estava sendo bastante agradável no início, mas algo estava muito errado. Ele perguntou o que eu fazia para ganhar a vida. "Eu sou uma professora espiritual", respondi. Seu rosto de repente ficou vermelho como uma beterraba. Seu queixo ficou tenso. Sua garganta inchou quando ele sibilou para mim, "Espiritual?" "Minha EX-ESPOSA achava que ela era espiritual. Estudei sobre isso... ", e então ele nomeou algum guru, continuou a amaldiçoar sua ex-esposa e zombou de mim.

A conversa tomou um rumo ruim quando ele começou a fazer comentários impróprios e obscenos. Enrolei-me com minha toalha de praia, e com a maior calma possível, me desculpei. Ele gritava comigo enquanto eu deixava a piscina. Por meses ele me assediou. Parecia aparecer do nada, arremessando com raiva, desagradáveis ​​observações para mim, quase todas as vezes que saía do meu apartamento. Ele me aterrorizou.

Eu orei por ele, para que ele me deixasse ou que parasse. Eu implorei a Deus para me ajudar. Chorando uma noite, implorei aos anjos por ajuda, "Por que ele está sendo tão mau! Eu não fiz nada! Eu sou uma boa pessoa! Eu ajudo as pessoas!" A resposta foi carinhosamente honesta. "A miséria adora companhia. Ele a perturba e alimenta seu medo. Se você não tivesse medo, ele não teria comida para sua raiva. Ele está mostrando aquelas áreas profundas em sua alma onde você não confia em Deus para protegê-la. Fique em sua Luz e tudo isso vai parar. "

Senti sua verdade e seu amor. Eu sabia que eles estavam certos. Ele estava se alimentando de meus medos. Eu sabia que tinha que confiar em Deus e voltar a um estado de Amor ou então, esta lição continuaria aparecendo - se não na forma desse homem, então em outro.

No dia seguinte, ele e um amigo começaram a fazer seus habituais comentários desagradáveis. Senti a forte presença de anjos ao meu redor. Eu ignorei os dois e passei calmamente. O amigo gritou: "Você é um verdadeiro B-TCH." Eles começaram a rir. Então, em resposta às minhas orações, o poder amoroso de Deus me possuía.

Então eu parei, e calmamente, caminhei de volta para encará-los e olhei-os nos olhos. Pela primeira vez eu realmente os vi. Eles não eram monstros. Eram meninos assustados em grandes e irritados corpos. Eu vi a dor que os possuía. Eram homens que se sentiam como fracassos com as mulheres, e somente atacando-me e me fazendo mais temerosa, podiam sentir alguma aparência de poder. Seu medo me ajudou a ver o meu.

A compaixão me envolveu, e a força do Arcanjo Miguel. Suavemente e gentilmente eu disse, mantendo contato visual, "Na verdade eu sou uma pessoa muito boa. Eu ajudo as pessoas todos os dias. Eu doo muito do meu tempo para ajudar aqueles que estão feridos e em sofrimento. Se o seu amigo fosse mais gentil, eu não pareceria um tal B*TCH para você. "Silêncio. Olhando para os olhos deles com o Amor e a Verdade de Deus, senti a compaixão correr por mim novamente. Eles olharam para baixo, como suas almas reconheceram a verdade. Eu fui embora. Eles nunca mais me incomodaram novamente. Eu rezei para que eles pudessem encontrar paz.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a olhar nos espelhos da vida esta semana

1. Escolha algumas coisas, ou algumas pessoas que você admira, e reconhecer suas qualidades em si mesmo

O que você admira nos outros vive dentro de você. Você ama a suavidade de um cobertor que conforta você? Talvez você tenha um lado suave e doce que precisa de conforto, ou talvez você seja um conforto para os outros. Você gosta de carros rápidos ou do vento contra o seu rosto? Talvez você goste da sensação de movimento e mudança. Você admira alguém em público? Por quê? Essas qualidades vivem dentro de você também.

Você verá a beleza, a graça e a bondade dentro de si mesmo olhando nos belos espelhos da vida.

2. Quando alguém o perturba, pergunte a si mesmo: "De alguma maneira - pequena ou grande - onde eu estou me tratando do jeito que eles estão me tratando?"

Se você é incomodado por uma pessoa com raiva, pergunte a si mesmo: "Estou com raiva de mim mesmo, talvez porque eu não consigo encontrar uma boa maneira de interagir com eles ou alterá-los? Eu fui indelicado comigo mesmo? Eu empurro minha própria raiva e a julgo ou tenho compaixão por mim mesma quando estou chateada? "Faça uma pequena escavação à nível de alma e veja o que você encontra. Se não houvesse raiva dentro de você, você ainda poderia não gostar de seu comportamento, mas não criaria mais uma carga emocional.

Diga a alguém que mentiu para você. Nenhum de nós gostaria disso. No entanto, se ele cria uma grande virada, pergunte a si mesmo: "Existe alguma área na minha vida onde eu tenho mentido para mim mesmo?" Eu estava horrivelmente chateada com alguém que mentiu para mim e me enganou. Minha auto-mentira e auto-traição, foi que eu estava ignorando meu próprio coração. Eu sabia que eles não estavam sendo honestos e eu não queria olhar para isso. Eu estava tentando me dizer tudo que estava tudo ok, quando eu claramente sentia que era diferente. Eu estava mentindo, e traindo, a mim mesma.

Você pode nunca gostar desse comportamento, mas quando você está curado de qualquer coisa que ressoa com ele, haverá pouca ou nenhuma carga emocional.

3. Se você precisar de ajuda, peça ajuda aos seus anjos.

Basta pedir. Aproveite o seu dia e confie que eles vão ter a resposta para você de alguma forma. Eles podem ter alguém para lhe dar a visão. Pode aparecer na sua cabeça, ou você pode virar um livro aberto e encontrar a resposta.

Há muitas maneiras em que eles trabalharão com você.

Ann Albers


Direitos Autorais
 Ann Albers

©2012 Ann Albers, All rights reserved
website: http://www.visionsofheaven.com/

Traduzido por Adriano Pereira
Manaus/Amazonas
blogluzevida@gmail.com

Gostou! Compartilhe com Seus Amigos!



Postar um comentário