segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Momento Espírita: CONSTRUINDO UM BOM DIA


Deus concedeu ao homem o livre-arbítrio para que pudesse construir seus dias na caminhada da vida.

Dessa forma, ao iniciar um novo dia em que o Criador nos permite despertar, importante meditar sobre a bênção desse tempo na construção do bem, da alegria e da paz que almejamos.

Não importa se o dia amanheceu nublado ou chuvoso, ensolarado ou borrascoso.

Não nos devemos preocupar se o clima está frio ou se o calor promete escaldar.

Nada disso tira do dia o seu valor e a sua oportunidade.

Saudemos o dia que começa com a oração do reconhecimento.

Estamos vivos.

Enquanto a vida se expressa, multiplicam-se as oportunidades de crescer e sermos felizes.

Cada dia é uma bênção nova que Deus nos concede, dando-nos prova de amor.

Acompanhemos a sucessão das horas, cultivando otimismo e bem-estar.
Uma busca constante do ser humano é o encontro da felicidade e da paz.

Para isso, pedimos, imploramos, suplicamos, mas deixamos de nos perguntar de onde, realmente, elas nos chegam.

Necessário compreender que não as encontraremos fora de nós.

Elas se encontram no interior de cada um.

A paz que almejamos, a felicidade que merecemos nos chegam através de nossas próprias atitudes.

Um sorriso que direcionamos com simpatia, um abraço que damos sinceramente, um gentil aperto de mão, a atenção com que ouvimos o desabafo de alguém, são atitudes simples, que permitem que a felicidade e a paz nos envolvam.

Como é bom receber um abraço. Quanta energia positiva está contida ali.
Quantas vezes, em nosso dia, um sorriso que recebemos vale tanto que é capaz de mudar nossa postura diante da vida.

Atitudes tão simples, mas que valem muito. Tanto oferecer como receber.
É na simplicidade que encontraremos a felicidade e a paz.

Importante, também, o cuidado de alimentar nosso íntimo com ideias edificantes e ações construtivas.

Lembremo-nos de que a mente ociosa cria imagens infelizes que não permitirão bons planos de ação.

Não nos permitamos o tempo vazio para que não nos tornemos depósito de lixo mental.

Sabendo da grande importância que representa mais um dia em nossas vidas, construamos com ele sempre o melhor ao nosso alcance.

Quando as dificuldades parecerem maiores que nossas disposições; quando nossa mente se apresentar sem condições de claramente decidir pelo melhor, busquemos nos reabastecer da forma mais natural ao nosso alcance.

Caminhemos um pouco ao ar livre.

Busquemos um parque, um jardim, onde tranquilamente redescubramos a natureza que nos abençoa a vida.

Saiamos do turbilhão em que nos encontramos e deixemos a imaginação voar.

Evitemos os lugares movimentados para o nosso passeio, e aspiremos o oxigênio balsâmico da natureza...

Refletindo, refaçamos conceitos, acalmemo-nos e abençoemos a vida na forma como se nos apresente.

Nossa existência é rica do que necessitamos para sermos felizes.

Façamos bom uso da nossa liberdade de escolha e construamos um dia venturoso a cada amanhecer.

Redação do Momento Espírita,
com transcrição de frases
dos caps. I e LXIV,
do livro Vida Feliz,
pelo Espírito Joanna de Ângelis,
psicografia de Divaldo Pereira Franco,
ed. LEAL.
Em 28.7.2018.

Fonte: Momento Espírita
www.momento.com.br


Luz, Amor e Gratidão
҉

Postar um comentário