domingo, 13 de agosto de 2017

Ann Albers: EXPERIMENTANDO A UNICIDADE.


Experimentando a Unicidade.
por Ann Albers
12/08/2017

Em primeiro lugar, perceber que somos personagens dentro da mente divina pode ser horrivelmente ofensivo para o ego. É da natureza humana querer se sentir especial, importante, "melhor do que", mais capaz, mais correto e assim por diante. A noção de que somos todos Um no Amor, em diferentes formas, às vezes, faz com que um indivíduo se sinta menos "real" ou menos "importante". Na realidade, somos todos reais. Todos somos importantes.

À medida que você experimenta a verdade de nossa Unidade - que existimos dentro de Deus e que Deus está dentro de nós - algo bonito começa a acontecer.

Você começa a perceber que nunca está sozinho ou sem orientação. Você nunca precisa resolver seus desafios sozinho. Você é amado mais do que possa imaginar. De repente, todos são familiares. De repente, à medida que o ego se entrega à maior verdade da sua unidade com o Divino, você percebe que todos os outros são iguais a você. Você se sente mais seguro, mais amado, mais capaz de criar mudanças em sua vida.

Os anjos gostam de dizer: "Nós somos como ondas sobre o oceano, aparentemente separados apenas na superfície, mas conectados, mas uma profundidade de Amor além da compreensão. Você apenas imagina que estamos separados".

Tive muitas experiências desta Unicidade. Em "Ann & the Angels, Series 7", estava ensinando as pessoas a escorregar para essas realidades bem-aventuradas, ao mesmo tempo em que se conheciam como um indivíduo único e precioso. Continuei entrando nesta Presença no estúdio. Senti-me harmoniosa além das palavras. Às vezesm era difícil falar na frente da câmera, e o estúdio estava todo iluminado.

A verdadeira magia, no entanto, aconteceu no aeroporto, no caminho de casa. Eu apenas senti a Presença do Divino olhando ele mesmo pelos meus olhos, para milhares de pessoas viajando, saudando, correndo, sorrindo, abraçando, franzindo a testa, se estressando ... nenhuma exceção. Senti a Presença de Deus olhando pelos meus olhos para mim mesma em para todos os outros. Se alguém sorriu ou franziu o cenho, senti apenas a felicidade eufórica do Amor Incondicional. Meu Eu Superior tornou-se um observador, nadando em um mundo mágico de conexão.

No final de semana, estava na conferência da Associação Internacional de Estudos de Perturbação, participando de um painel de discussão. Tive o privilégio de ouvir autores famosos, médicos e cientistas que estudavam a consciência humana e enfermeiros pioneiros de novas filosofias de enfermagem inteiras baseadas no cuidado.

Cheguei a conhecer dezenas de pessoas que morreram, entraram na luz e voltaram para contar. Em tantos casos, eles falaram dos sentimentos de estarem unidos ou profundamente relacionados com toda a vida em sua experiência além da morte. Muitas vezes, os sentimentos de Amor e conexão eram tão fortes que não queriam voltar à experiência limitada de estar em um corpo humano. No entanto, eles sabiam que deveriam, porque a mensagem sobre nossa unidade e a presença constante do Amor eram muito importantes a se compartilhar.

Aqui estão algumas ideias para ajudá-lo a mudar para a feliz experiência da Unicidade e para experimentar o Amor que está ao nosso redor e dentro de nós, em todos os momentos ...

1. Vá para um lindo lugar na natureza ou, encontre uma bela foto da natureza na Internet. Permita-se tornar-se "perdido" nela.

Ao testemunhar a beleza e a majestade da natureza - um pôr do sol, um nascer do sol, a vastidão do oceano sempre ondulado ou o doce repouso de uma floresta, você começa a retornar ao seu estado natural de ser. Você começa a se sentir parte de algo maior - um organismo dentro de um ecossistema.

Você começa a sentir a Presença de algo muito amoroso que criou tal beleza. Você começa, ao você testemunhar a natureza cíclica da natureza, a sentir a eternidade.

Apenas "seja" com esta bela cena. Basta observar vagamente, de forma relaxada. Deixe-se "derreter" nela por alguns minutos. Veja como se sente.

2. Olhe para os olhos de um inocente - uma criança, um cachorro, uma alma preciosa - seja físicamente ou em uma foto ... ou até mesmo, no seu próprio espelho.

Os olhos são as janelas da alma. À medida que você acalma sua mente e olha nos seus próprios olhos, ou nos olhos de outro, há algo que você reconhece, uma presença que vai muito além do corpo, do cérebro ou da mente. Quanto mais tempo você for capaz de se manter olhando nos olhos de outro com uma mente tranquila, mais profundamente você entrará neste mistério.

O que você olha através de seus olhos, está olhando para você ... apenas em uma forma diferente.

3. Ouça alguma música inspiradora ou cante um mantra e deixe-se elevar.

Nas culturas antigas, os xamãs curandeiros ouviam uma batida de tambor e, se moviam para entrar em outras dimensões. Nas tradições hindus, existem mantras cantados repetidamente que induzem um efeito semelhante. Nas tradições cristãs, os monges cantaram por horas para se perderem em Deus.

Eu escuto os "Sonhos do céu" de Robin Miller e flutuamos nesses espaços.

Escolha alguma música que o inspire e veja se você pode apenas permitir que sua mente se desvie com ela, transformando-se em pura luz, energia ou o que quer que ela comece a se apresentar. Flua dentro desta experiência. Ela irá transportá-lo para além do lugar comum.

Eu sei que estes são temas profundos, e é fácil querer soluções "práticas" para os desafios da vida. Eu sou uma ex-engenheira elétrica, que cresceu dentro de um paradigma científico, e adora soluções práticas!

No entanto, quanto mais eu me aprofundo neste mistério, mais eu entendo que a coisa mais prática que podemos fazer, é se reconectar com o Amor - um momento de cada vez. À medida que nos sintonizamos com o Amor, ouvimos nossa orientação e nos sentimos bem com relação a nós mesmos. Os desafios são resolvidos de forma elegante. As oportunidades se apresentam, e o que chamamos de "milagres", se tornam um modo de vida natural.

Ann Albers


Direitos Autorais
 Ann Albers

©2012 Ann Albers, All rights reserved
website: http://www.visionsofheaven.com/

Traduzido por Adriano Pereira
Manaus/Amazonas
blogluzevida@gmail.com

Gostou! Compartilhe com Seus Amigos!


Postar um comentário